O CHÃO É O LIMITE QUANDO JÁ SE TEM O CÉU

quarta-feira, outubro 22, 2014 25 Comments A+ a-



Se não fosse tão pretensiosamente original, provavelmente seria um imitador barato da minha própria vida. Mas o sentido norte-sul-leste-oeste dela tem sua culpa em todas as direções.

Nos roteiros que nunca terminei por desejar uma pequena eternidade, apareço abraçando a roda gigante das suas emoções mesmo sem dinheiro pra pagar pelo passeio inteiro.
O mundo não precisa de liberdade quando você prende seu cabelo. E a respiração. E a atenção dos mais avançados portadores de dislexia.

Minha falsa ingenuidade tentava lhe conquistar pelo estômago fazendo uma torta com as maçãs do seu rosto. Arrancava seus sorrisos pela raiz para tentar plantá-los em outras pessoas nos dias em que não podia te ver.

Quando todos lhe ofereciam mundos de fantasias, você decidiu tropeçar de propósito e cair na real. Chegou a tempo de aproveitar a terceira temporada das minhas intenções.

Minha curiosidade fez dividir sua vida em um milhão de quadros e ver que todos são poses.
Sua existência é uma exibição.

Apesar de perigosamente esquecido, guardo com orgulho todas as multas que levei nas rodovias do seu corpo.

Quebramos mais camas do que promessas para descobrirmos que o chão é o limite quando já se tem o céu.

Imagem: Lisa