SEM MAQUIAGENS PARA A VIDA

quinta-feira, junho 28, 2012 6 Comments A+ a-



Sem maquiagens para a vida.
Era assim que as coisas funcionavam quando se perdia o controle.
A inocência se disfarçava de um traje conhecido como desinformação e assim perdia todas as guerras sem precisar sustentar uma desculpa.
Grandes finais não eram aplaudidos pois as mãos tinham calos que impediam a produção de qualquer som reverente.
Chovia em todas as estações. Eram gotas intermitentes que pareciam marcar um território eterno sobre os antigos domínios do seu sol.
Os afortunados compravam amor para se manter aquecidos, mas não existia mentira quente o bastante para simular uma temperatura parecida com o sentimento que havia desaparecido.
Eram nuvens pesadas, assim como a sua consciência. Eram barcos encalhados, assim como seus talentos.

Sem maquiagens para a vida.
Nada é tão abstrato que não possa ser transportado para a realidade do seu conhecimento.
As horas eram correntes que se arrastavam por suas memórias. Você sente o cheiro mas não reconhece a origem.
A silhueta se forma mas as suas mãos esqueceram como contorná-la.

A trilha sonora diminui quando a câmera passa por seu rosto.
Você é o inimigo que o roteiro prefere esconder. É um arquétipo desfigurado, amparado por sombras do que não viveu.
Anda descompassado, ri das regras. Quando as luzes do mundo se apagaram, ele saberia que procurariam refúgio na sua coleção de abajures.
Guardava o antiquado até que viesse soar novo e tecnológico. Iria iluminar toda e qualquer escuridão. As trevas seriam assassinadas.

Sem maquiagens para a vida.
Seu beijo era a única caligrafia que aprendera. Se revelou imperfeito pela devoção ao orgulho. Ele era maior que o seu melhor abraço e durava óperas inteiras.
Quando falava, eram gritos ensurdecedores. As verdades eram necessariamente escandalosas, ou seja, quando falava, tomava conta.
Elogios eram amplificados. Sabia como se transformar na única opção possível. O poder máximo de ser o indispensável.
Sua virtuosidade era abastecida pelos incontáveis sorrisos que produzia em escala industrial.

Sem maquiagens para a vida.
Os pesadelos não se sentiam confortáveis em sua cama. Ela era tão completa em seus sonhos que não existia espaço para nenhum revés do sono.
Quando fechava seus olhos, nada conseguia atravessar sua fortaleza de boas notícias. Os tolos chamariam precipitadamente de paraíso. Mas não. Era algo maior do que a perfeição praticada 7 dias por semana.
Em sua olimpíada, os recordes eram quebrados a cada cochilo.

Sem maquiagens para a vida.
Foi assim que compartilharam o mesmo oxigênio e desafiaram a natureza das pessoas.

Imagem: Ryan Jorgensen

Redator publicitário, baterista, compositor e escritor - flertando perigosamente com o roteiro. Reflete sobre cultura, pedaços de mainstream e as maravilhas ocultas em pequenas situações do cotidiano.

6 comentários

Write comentários
Sabrina Gomes
AUTHOR
28 de junho de 2012 11:45 delete

Amei o seu texto, acho que a vida está muito mascada. Os valores se inverteram. E é '' sem maquiagens para a vida '' que nós podemos encontrar a essencia dela: que é viver!

Beijão, www.spiderwebs.com.br

Reply
avatar
Amanda Arrais
AUTHOR
28 de junho de 2012 14:39 delete

"Guardava o antiquado até que viesse soar novo e tecnológico. Iria iluminar toda e qualquer escuridão."

O vintage sempre volta a ser valorizado.
E não sei o porquê, mas eu imaginei o primeiro parágrafo como um conto de fadas decadente em preto e branco. As melhores leituras são essas que constroem um cenário completo na nossa cabeça.
Amo as tuas palavras sem maquiagem.

=*

Reply
avatar
Vampira Dea
AUTHOR
28 de junho de 2012 23:40 delete

As pessoas constroem uma vida de não verdades sob maquiagens e nós artistas brincamos com isso no nosso labor, maravilha!

Reply
avatar
Thais Alves
AUTHOR
29 de junho de 2012 23:13 delete

"Sem maquiagens para a vida", é assim que o mundo deveria viver e não mascarado, escondido em caretas de contentação . POrque o mundo com maquiagem é assim, cheio de árvores de plástico e pessoas de borracha.


Um lado meu mais alcoólatra de ser : Se pa da uma passadinha: http://sonhosinreais.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Thais Alves
AUTHOR
29 de junho de 2012 23:13 delete

"Sem maquiagens para a vida", é assim que o mundo deveria viver e não mascarado, escondido em caretas de contentação . POrque o mundo com maquiagem é assim, cheio de árvores de plástico e pessoas de borracha.


Um lado meu mais alcoólatra de ser : Se pa da uma passadinha: http://sonhosinreais.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Giovana F.
AUTHOR
3 de julho de 2012 12:24 delete

Que saudades daqui. Uma saudade muito sincera. Não é engraçado como sentimos saudades de um desconhecido só pela sua maneira de escrever? Sinta-se privilegiado, eu o reconheceria pela escrita em qualquer tempo.
Ps: sempre que venho aqui leio e releio Lábios de Carnaval. Eternamente, meu preferido.
have a nice day.

Reply
avatar

Divague, opine, discuta. Coloque sua inspiração no 220v. Toda essa transpiração criativa é o combustível da minha respiração.