O VIOLINO DE 3 CORDAS

terça-feira, agosto 10, 2010 33 Comments A+ a-



Sempre que abandono meu lar, sou o único a andar por essas ruas.
Até estrelas mais corajosas já foram procurar outro lugar pra dormir.
Tinha me esquecido como era ouvir o silêncio sem sentir o cheiro da sua vida.

Justo você, que se cansou dos corações partidos e chamou a polícia?
Não existe crime perfeito quando o cupido é cego.
Eu estava contando suas lágrimas quando sua pizza chegou.
Vi quando os anjos disseram que não cantariam mais pra nós.

Tinha alguém com um violino de três cordas, dizendo que a quarta era pra você.
Te coloquei na primeira fila do meu show pra aceitar apenas as suas palmas.
Minhas mãos queriam o seu analgésico que nunca funcionava.

Você não piscava os olhos quando eu te dizia que era segunda-feira.
Não vendia suas armas mesmo sem saber atirar.
Não levantou vôo com as asas de madeira, mas me mostrou poucos segundos do céu.

Sobre heróis de mentira eu construí minha pior armadura.
Tentando ser o super-homem de alguém que ainda não conheci.
Lendo histórias que não aconteceram, ficando entre a bala e a arma.

Cheguei à terra prometida mas esse não pode ser o seu país.
Não foi aqui que enterrei a melhor parte do meu coração.
Não foi aqui que decorei suas iniciais desconhecidas.
Não foi aqui que deixei o ódio se vestir de açúcar e me oferecer um café.

Espero pelo ônibus de nossas vidas.
O amor que você escondeu na sua mochila, a bagagem que se perdeu no tempo.
Não é o meu destino adormecer com esse bilhete falso.
Eu mastiguei a felicidade no meu último café da manhã.

Como posso me sentir em casa se a sua existência é o meu lar?
O filme que assisto sem legendas, a pizza que sempre peço e nunca pago.

O que não daria para conhecer a sua vida, seus medos de criança.
Não preciso de velas, não quero ser romântico.
Vivo o seu inesperado, a sua previsão do tempo, o seu comercial no meio da final da Copa do Mundo.

Somos tão estranhos, não decorei esses números que você escreveu em minha mão direita.
Não te vi sair da festa quando a banda tocou sua música.
Meus pés não veneram o chão que você pisa mas queriam dançar contigo.

Imagem: Eric Rune

Redator publicitário, baterista, compositor e escritor - flertando perigosamente com o roteiro. Reflete sobre cultura, pedaços de mainstream e as maravilhas ocultas em pequenas situações do cotidiano.

33 comentários

Write comentários
Lís
AUTHOR
10 de agosto de 2010 01:09 delete

É um grande pesar a tristeza ser tão inspiradora mesmo tão honesta...

Reply
avatar
Cris .
AUTHOR
10 de agosto de 2010 09:15 delete

Não tem jeito para não ser romântico, e essa tristeza contida nas suas palavras viram poesia, e é tão mágica, tão bonita de se ler.

Meus pés não veneram o chão que você pisa mas queriam dançar contigo. - perfeito.

Reply
avatar
Cris .
AUTHOR
10 de agosto de 2010 09:17 delete

Se fosse possivel eu dormiria no teatro.

Beijo meu.

Reply
avatar
10 de agosto de 2010 09:58 delete

Esse foi muito mais abstrato do que os outros, mas foi, potencialmente, mais lírico. A tristeza é sempre um grande tema, e "o amor que você escondeu na sua mochila" foi uma tirada que eu queria roubar de você. Eu gosto muito do que você escreve, mas incorporaria uns elementos de coesão aqui e ali. Mas, pra variar, está fantástico.

Abraço

Reply
avatar
Dani Brito
AUTHOR
10 de agosto de 2010 11:18 delete

Isso porque não queria ser romântico...rs
Suas palavras são tão intensas, elas me fazem imaginar inúmeras histórias, querer decifrar cada acontecimento...eu viajo, seu blog é um passaporte...
Beijos
=)

Reply
avatar
Nini C .
AUTHOR
10 de agosto de 2010 12:26 delete

que lindo...
"nao foi aqui que enterrei a melhor parte do meu coração."
adoro passar por aki.

Reply
avatar
Franck
AUTHOR
10 de agosto de 2010 16:04 delete

Quem disse que todo crime é perfeito? talvez na tevê, numa música ou o que ainda não praticamos, como oferecer uma pizza com os olhos tristes e cansados de chorar, como se uma segunda-feira já fosse um sábado, como se o céu fosse o inferno, como se num bilhete falso estivesse a promessa de estradas e cidades e lugares para viver um gde amor...mesmo sendo um crime!
Abçs! (acho que filosofei demais, mas seu texto é lindo, vi como um vídeo-clip).

Reply
avatar
Lilian Grangeia
AUTHOR
10 de agosto de 2010 16:46 delete

'como posso me sentir em casa se a sua existência é o meu lar?'

LÍNDRICO!

Reply
avatar
Carolyne Mota
AUTHOR
10 de agosto de 2010 17:15 delete

"Meus pés não veneram o chão que você pisa mas queriam dançar contigo. "

Queria eu ter escrito essa frase, por ter tanto a ver comigo. Mas sendo você quem a escreveu, então, só tenho a admirar.
Como sempre, um lindo texto.

Reply
avatar
Danny
AUTHOR
10 de agosto de 2010 18:16 delete

Bruno...
Quanta subjetividade...
Enquanto lia seu texto ia criando imagens na minha cabeça, mas não consegui nada que concluísse e pudesse resumir tudo, me deixou inerte seu texto... Fascinante...

"Não existe crime perfeito quando o cupido é cego."
Essa parte me fez lembrar de uma música dos Engenheiros do Hawai que tem uma parte que diz assim::
"-Sabemos tudo a nosso respeito. Somos suspeitos de um crime perfeito, mas crime perfeito não deixam suspeito."...

Ótimo post..

Beijos na Alma.

>>Dani

Reply
avatar
mila
AUTHOR
10 de agosto de 2010 19:22 delete

Acho lindo o modo como tu coloca tanto sentimento em poesia. Aliás, achei muito legal o layout do seu blog :D
beijos! :*

Reply
avatar
Luiza
AUTHOR
10 de agosto de 2010 19:55 delete

BRINCADEIRA! meu coração te aplaudiu aqui moço, que delícia de texto! adoreii a mistura do cotidiano com frases inteligentes. nossa, segurei meu queixo. você é muito talentoso, tenho um gosto imenso por vir aqui. beijo

Reply
avatar
Little Ann.
AUTHOR
10 de agosto de 2010 23:07 delete

nossa! as vezes você me deixa sem saber o que dizer, alias.. você sempre deixa. mas tudo bem, piro naa maneira como escreve e na forma como fala dela! *-*

Reply
avatar
Naia Mello
AUTHOR
11 de agosto de 2010 12:27 delete

Você é tão romântico. É tão bom ler as suas linhas. Sabe é assim mesmo. É do passa fora, da tristeza e outras mais que nós levamos para ser traduzido. Em palavras!

Reply
avatar
Karine Melo
AUTHOR
11 de agosto de 2010 12:33 delete

'Sobre heróis de mentira eu construí minha pior armadura.
Tentando ser o super-homem de alguém que ainda não conheci.
Lendo histórias que não aconteceram, ficando entre a bala e a arma.'


Você passa muita verdade em teus textos, é o que torna-os mais encantadores!

Beijos :*

Reply
avatar
Camila Paier
AUTHOR
11 de agosto de 2010 12:33 delete

Bruno querido...Confusos estamos? Nem preciso dizer que a tua intensidade, poderia ser a minha. É sempre maravilhoso poder ler pensamentos do mundo daí, de homens reais, e ver que existem sim alguns que sentem, que pensam, e tem sensibilidade. Tuas palavras me tiram do senso comum, do lugar habitual, e me inquietam; sempre. Não tô num dia legal, mas sabes que é uma honra pra mim passar por aqui. Quanto ao template, também preferia o antigo do teu blog hehehehe
Beijoca!

Reply
avatar
11 de agosto de 2010 23:00 delete

É muito sentimento..
É muita subjetividade nas palavras e nas entrelinhas.

É lindo como sempre.

Vejo muito e entendo pouco.
E acredito que era essa a intenção.

Reply
avatar
12 de agosto de 2010 14:47 delete

acho que depois desse tempo que tenho lido seus textos passei a notar um padrão: voce sempre venera algo.
e fica cada vez melhor quando imagino sendo uma pessoa. um garota, especificamente.
não sei se estou falando bobagem. minha cabeça é que entende desta forma.
o layout ficou muito mais organizado, adorei :)

Reply
avatar
12 de agosto de 2010 15:30 delete

Genial!
Me pareceu que falava de algo extremamente diferente de você,mas que acha maravilhoso, fascinante, deslumbrante,digna de grande admiração.E,como tudo assim não nos deixa ilesos...

Obrigada pela visita ao blo,e por seguir.Seguindo também!

Pelo post!
Beijos

Reply
avatar
Cacheada
AUTHOR
12 de agosto de 2010 19:05 delete

Adorei a parte da dança, acho que indica bem aquele tipo de amor ou carinho em que a gente não quer venerar a outra pessoa...
só queremos, apenas...
estar ao seu lado..é como não destacar suas qualidade, é viver com elas ..!

Reply
avatar
13 de agosto de 2010 19:45 delete

Ounw Bruno,que palavras lindas e sensíveis.Hm,alguém anda sofrendo por amor ou é pura impressão minha (?)
. Adoro o jeito como seus textos parecem dificeis para ler, mas ainda sim com a mesma mensagem de sempre: " eu estou esperando o amor chegar na minha vida, e entregar-me por inteiro".E é a mensagem mais linda do mundo :)

-

Olha, tu me elogiando tanto assim vou acreditar hein? ehehehehe.
E nem precisa me agradecer Bruno,ADORO vir aqui.Suas palavras - muitas vezes - são calmaria e sonhos para o meu coração quebrado *_*
Eu SEMPRE estarei aqui :D


beeeeijão ♥

Reply
avatar
Thais Alves
AUTHOR
13 de agosto de 2010 20:09 delete

As minhas palavras si perdem quando leio seus textos, no meu dicionário não existe palavra que possa descrever seu texto, um "maravilhoso" parece tão inútil na minha eterna tentativa de ti dizer que é o melhor.

Reply
avatar
Larissa
AUTHOR
14 de agosto de 2010 12:27 delete

Brunno, começo pedindo desculpas. Dessa vez você me deixou, totalmente, sem palavras. A forma como as palavras escorrem pelas linhas, fazem-se formar uma imagem plena em minha cabeça, podendo prever cada ação tua, cada sentimento. As palavras desse comentário se parecem soltas, mas fazem total sentido pra mim.
Obrigada pelas palavras maravilhosas que tanto me fazem vir aqui.

Um beijo, querido.

Reply
avatar
Mariana
AUTHOR
14 de agosto de 2010 13:46 delete

Adorei, adorei, adorei!

Reply
avatar
14 de agosto de 2010 13:54 delete

Irmao

Esse texto traz varios quadros, figuras, retratos na mente de quem o leu. E isso e muito bacana quando acontece porque ajuda ainda mais a registrar as frases.
Com relacao ao conteudo do texto, eu acredito que sempre vale a pena tomarmos decisoes proprias, sejam elas por exemplo como esconder nosso amor, ou mesmo, nao esperar encontrar alguem no final do show.

Texto abstrato, comentario tambem...rs
Bom, voce me conhece neh..

Abraco

Reply
avatar
MED MUCHSTTER
AUTHOR
14 de agosto de 2010 16:18 delete

Lindo demais o texto, suas palavras são tão fortes. De coração, deu para sentir toda a intensidade de suas palavras. Eu ouvi sua música, no post "Sem pensar duas vezes", comentei por lá também. Juro, tens um dom divino quando escreves. ADOREI! Beijitos,MM.

Reply
avatar
[Ananda]
AUTHOR
14 de agosto de 2010 19:27 delete

Nossa,q garoto romântico,é bonito isso,vc gostar tanto de alguém apesar de ficar triste,é um coração partido,algo complicado isso,sabe,eu acho q aprendi a superar um pouco isso.
É chato isso,não ter alguémq queremos ao nosso lado,infelizmente,aprendi q as vezes isso não é para sempre,mas vale a pena enquanto dura,acho q vale a pena até sofrer pelas pessoas q amamos (apesar de não ser muito legal não).o.O
gostei do texto menino sentimental.=)
bom,bjs,e continue assim,é isso ai.

Reply
avatar
15 de agosto de 2010 13:55 delete

M-E-U-D-E-U-S, VOCÊ ESCREVE BEM DEMAIS, GURI! Suas palavras parecem pequenos pedaços de nuvem, tão lindas, tão mágicas...

Reply
avatar
Mari
AUTHOR
15 de agosto de 2010 16:18 delete

"Como posso me sentir em casa se a sua existência é o meu lar?"

Cara, dá vontade de te bater. Sério.
Perfeito!

Beijo!

Reply
avatar
15 de agosto de 2010 17:07 delete

Não existe crime perfeito quando o cupido é cego.

Muito bom! ;**

Reply
avatar
15 de agosto de 2010 20:25 delete

Me desculpe, mas fiquei completamente sem palavras. Só posso dizer que realmente adorei tudo o que você escreveu. Parabéns!

Reply
avatar
Thay
AUTHOR
16 de agosto de 2010 21:15 delete

Ah não preciso dizer que adoro seus textos, eles são sempre muito lindos.

'Meus pés não veneram o chão que você pisa mas queriam dançar contigo'
simplesmente lindo

Reply
avatar

Divague, opine, discuta. Coloque sua inspiração no 220v. Toda essa transpiração criativa é o combustível da minha respiração.