EXCLAMAÇÃO

quinta-feira, agosto 05, 2010 41 Comments A+ a-



Houveram noites assim, que pensei em não rasgar as suas melhores cartas.
Meu mundo ficou colorido quando o preto-e-branco virou moda.
Mas hoje, eu não preciso mais desse seu oxigênio hipnotizante. Talvez se eu andar perto da sua calçada eu decida estacionar pra sempre. Por isso prefiro o céu.
Sempre olho seus traços com cuidado cirúrgico e folheio suas páginas religiosamente.
Você pode ser uma oração que não aprendi por mais que tenha decorado.
Você sempre vai ser um ponto de exclamação em qualquer texto que eu escreva.
Não poderia vestir alguma de minhas armaduras contra isso. Você parece ter as chaves que nem mandei fazer. Por isso é tão injusto querer aproveitar essa chuva sozinho.
Nós sempre abandonamos o sol pra dar nome as gotas que caíam do nosso céu.
Eu e você desafiávamos os furacões e passávamos nossas férias em algum vulcão ativo.
Hoje talvez eu esteja fraco.
Fraco pra roubar o sonho de alguém.
As pessoas não sabem fechar os olhos para fazer agradável um pesadelo.
As pessoas simplesmente não sabem.
Eu sei.

Mas você não sabe mais encontrar um lugar no meu travesseiro.

Imagem: Matthieu Godon

Redator publicitário, baterista, compositor e escritor - flertando perigosamente com o roteiro. Reflete sobre cultura, pedaços de mainstream e as maravilhas ocultas em pequenas situações do cotidiano.

41 comentários

Write comentários
sunshine
AUTHOR
5 de agosto de 2010 10:21 delete

Espero que um dia o colorido da sua vida não seja devido ao fato de não querer ser mais um, e sim ao fato de realmente ter se tornado um pouco mais feliz.
E talvez seja melhor não dividir o travesseiro, pois muitas vezes é melhor sentir aquela solidão necessária e perceber que até em preto e branco um arco-iris continua lindo.

Paz e um sorriso de luz.

Reply
avatar
5 de agosto de 2010 10:24 delete

É incrível como eu sempre consigo me encontrar nesses textos de amor acabado.

Você escreve muito bem.

Abraço meu.

Reply
avatar
5 de agosto de 2010 10:51 delete

As pessoas simplesmente não sabem.
Eu sei."

Fantástico. Tem mais alguma coisa que eu possa dizer?

Reply
avatar
HSLO
AUTHOR
5 de agosto de 2010 12:27 delete

Eu entro de corpo e alma no texto...maravilha. viu.


abraços

Hugo

Reply
avatar
Camila Paier
AUTHOR
5 de agosto de 2010 13:01 delete

Primeiro, senhor Bruno, só tenho a agradecer ao último comentário lá no blog! Amei, tu sempre consegue ser original, e me fazer continuar escrevendo com mais romance, acreditando que a raça masculina não está (ainda) em extinção. Obrigada!
E o que falar? Bem, eu não sei quem é o vilão, quem robou toda a cor e o espaço no teu travesseiro, mas com certeza ele merece o cárcere. Como não se apaixonar por tais palavras, pela sua doçura, guri? Ela lê tudo isso que escreves, porque sendo sincera, assim como disses que todo homem gostaria de ser o Minduim, toda mulher deseja ser a tua musa inspiradora, pode ter certeza! Quanta inspiração e originalidade. És quase um gênio! Hehehe
Um beijo amigo

Reply
avatar
Dani Brito
AUTHOR
5 de agosto de 2010 13:15 delete

É realmente muitas pessoas não sabem, mas as poucas que sabem poderiam ensinar. Se elas soubessem o quanto é bom trazer mágica para uma vida normal, viver um sonho a cada dia ao invés de um dia a mais. É bom caminhar em dupla, mas às vezes é melhor caminharmos sozinhos.
=)
Beijo!

Reply
avatar
Franck
AUTHOR
5 de agosto de 2010 13:23 delete

E pq rasgar as cartas? Os verbos? Os versos?... Talvez numa tarde/noite, vc as releia e ainda saiba que essa pessoa, tem sim, lugar na sua cama, coração e travesseiro...
Adoro seus textos! Abçs!

Reply
avatar
Little Ann.
AUTHOR
5 de agosto de 2010 13:29 delete

"Hoje talvez eu esteja fraco.
Fraco pra roubar o sonho de alguém."

Seus textos são como espelhos, sempre consigo ver algo que sinto nele :~

Reply
avatar
Thais Alves
AUTHOR
5 de agosto de 2010 19:24 delete

Muuuito bom meesmo *-*'

Reply
avatar
5 de agosto de 2010 21:26 delete

Sutil, objetivo, sincero e direto. Talvez, o meu preferido entre os últimos.
O mais claro, o mais explicito.. O que tem mais de vc.
Talvez seja o que vc tenha ensaiado pra dizer a tanto tempo.

Muito obvio.

Logicamente, é disso que eu gosto

Reply
avatar
Cris .
AUTHOR
5 de agosto de 2010 22:04 delete

Bruno eu acho incrivel a forma com que seus textos me fazem refletir, em tudo sabe, você não é bom nisso, você é Otimo cara, sério.
fico boquiaberta. Sempre que passo no teatro saio com um sorriso de um canto a outro, mesmo com esses textos de desamor .

Beijoss.

Reply
avatar
Larissa
AUTHOR
5 de agosto de 2010 22:47 delete

Pela tua descrição, o fim parece ser uma coisa boa, superável. Realmente é, mas do seu jeito ficou tudo mais tranquilo.
Já disse que teus textos me trazem tranquilidade? rs.

Voltarei em breve, prometo :)
Um beijo.

Reply
avatar
5 de agosto de 2010 23:02 delete

As pessoas não sabem fechar os olhos para fazer agradável um pesadelo.
As pessoas simplesmente não sabem.
Eu sei.


eu tbm sei! o/

Reply
avatar
Danny
AUTHOR
5 de agosto de 2010 23:04 delete

Uwwaauuu
Adorei as palavras...
Por que não fazer dos pesadelos agradáveis lembranças ao acordar??
Simplesmente maravilhoso...!

Beijos na Alma..

>>Dani

Reply
avatar
Ná Lima
AUTHOR
5 de agosto de 2010 23:32 delete

Confesso que me fez refletir. Eu não sei transformar meus pesadelos...
Me lembrou a música da Barão Vermelçho "Eu quero a sorte de um amor tranqüilo com sabor de fruta mordida"

Gostei daqui, voltarei mais vezes :)

Reply
avatar
Karine Melo
AUTHOR
6 de agosto de 2010 00:56 delete

Brunooo....

Eu amo o friozinho, sabe.. Mas tenho uma tendência a ficar meio pra baixo nos dias de chuva, um certo tipo de carência que não sei te explicar. Coisas que nem eu entendo.

Por isso, falo sobre o Sol, acho ele mais alegre, mais feliz.

Adoro o que você escreve, suas músicas e tudo mais.


Beijos e obrigada pelo carinho!

Reply
avatar
6 de agosto de 2010 02:25 delete

Eu sei!
A maioria das pessoas realmente não entende como transformar as coisas, deixar o inusitado agradável...

Mais um texto espetacular...

Abraços!

Reply
avatar
6 de agosto de 2010 03:21 delete

Bruno! Incrível! Linda a forma como escreveste. À quem quer que estas palavras sejam dedicadas, tenho certeza que deve se sentir lisonjeada. Adorei! Beijos.

Reply
avatar
Lua Nova
AUTHOR
6 de agosto de 2010 11:36 delete

Só saudade nesse texto que eu "senti". Sim, porque seus textos são pra se sentir, cada emoção, cada metáfora entre as letras. "As pessoas não sabem fechar os olhos para fazer agradável um pesadelo." Nunca tinha pensado assim... e gostei muito. Dá uma certa dignidade ao sofrimento.
Vim, vi e adorei cada palavra, cada frase, cada texto.
Te convido a conhecer meu blog.
Um fds delicioso pra vc.
Beijos.
Seguindo...

Reply
avatar
6 de agosto de 2010 11:40 delete

Olá...
Nossa que texto perfeito, parece que vc entende as pessoas ao escrevê-lo...
adorei seu cantinho e estou seguindo...beeijo

Reply
avatar
Amanda Ornela
AUTHOR
6 de agosto de 2010 12:12 delete

ta de parabéns, escreve muito bem, continue escrevendo mais :]

Reply
avatar
6 de agosto de 2010 15:23 delete

Eu venho bem pouco aqui, mas sempre saiu muito satisfeita depois de ler algum texto seu. Tão linda suas palavras, você transmite sentimentos de uma forma muito incrível. Queria escrever bem como você. Parabéns :) E obrigada MESMO pela visita no meu blog. É muito importante ser sua opinião *-* Beijinhos :*

Reply
avatar
Nini C .
AUTHOR
6 de agosto de 2010 16:41 delete

Que incrivel, vc sempre escreve tudo o que eu sinto, perfeito, perfeito, perfeito...

Reply
avatar
6 de agosto de 2010 20:29 delete

Que blog lindo, que texto lindo.
Obrigado pelos comentários fofo no Pelo amor ou pela dor. ♥

Reply
avatar
Mariana
AUTHOR
6 de agosto de 2010 22:18 delete

"Mas você não sabe mais encontrar um lugar no meu travesseiro."

Depois deste final maravilhoso, não tenho mais palavras.

Reply
avatar
6 de agosto de 2010 23:11 delete

que lindo texto.
amei.
um beijo grande.

Reply
avatar
jefhcardoso
AUTHOR
7 de agosto de 2010 08:38 delete

Da exclamação que surge, seja lá por quem for, eis a força da carta vulcânica que lhe arrastou para traçar estas linhas que passam por tantos lugares, até por calçada, e molha-se de chuva e viaja em pesadelos que podem ser bons. Ficou muito bonito, Brunno. Parabéns, cara.

Abraço do Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

Reply
avatar
Luiza
AUTHOR
7 de agosto de 2010 13:08 delete

Brunno, nem sei o que te dizer sabe, é tão chocante ler o que escreves, é tão lindo, tão profundo, bem escrito e inteligente, suave e forte, é maravilhoso! "Você sempre vai ser um ponto de exclamação em qualquer texto que eu escreva. " fico perdida entre as melhores frases, é lindo demais tudo o que escreve, fantástico! beijos e meus mais sinceros e profundos, parabéns!

Reply
avatar
7 de agosto de 2010 16:23 delete

Gostaria de repetir todas as palavras ditas no último comentário, mas eu acho que não posso. Porém, o que tenho pra dizer é exatamente ou quase o mesmo. As suas palavras prendem os olhos às linhas, e se não existe um sentimento no que você escreveu, eu acho que não sei o que é escrita com sentimento. Lindo, sinceramente, maravilhoso. Adorei, parabéns! :)

Reply
avatar
Mari
AUTHOR
7 de agosto de 2010 16:30 delete

Puta merda... Para de escrever essas coisas bonitas que a gente fica sonhando acordada quando lê. Muito bom!

Beijo.

Reply
avatar
Carolyne Mota
AUTHOR
7 de agosto de 2010 20:07 delete

Quando eu li seu texto, foi como se eu estivesse olhando em um espelho, reconhecendo um pouco de mim em cada palavra.
Só tem uma diferença, eu nunca consigo superar e pior, sempre volto atrás.

Um lindo texto, como sempre.
Um beijo.

Reply
avatar
Cris .
AUTHOR
7 de agosto de 2010 22:04 delete

Louca vontade de voltar aqui e te ler novamente.

Beijo Doce.

Reply
avatar
8 de agosto de 2010 11:43 delete

Nossa,que lindo :)
AAAAH,não tem como esquecer do amor.Na simplicidade das coisas conseguimos lembrar ou até mesmo encontrar aquela pessoa que fez nosso coração disparar,um dia.e ISSO não tem como esquecer! :)

-

AAAAH Bruno,você é um amor de pessoa sabia? *____*.Eu adoro seus textos enigmáticos,mas que ainda sim tenham sentimentos tão lindos.E amoo de paixão ler seus comentários no meu blog.A sua sinceridade faz um sorriso transparecer nos meus lábios :)


beeeeeeijão ♥

Reply
avatar
Lís
AUTHOR
8 de agosto de 2010 19:04 delete

De que adianta ter asas, se não pode sentir o vento??

A vida está diante de você e não das suas lembranças...

Reply
avatar
[Ananda]
AUTHOR
8 de agosto de 2010 19:56 delete

q bom q vc consegue transformar seus pesadelos em sonhos,habilidade importante,espero q consiga fazer isso certo algum dia.
eu já te falei q adoro o teatro dos sonhos?sempre há algo interessante e importante nesse seu canto.Bom,bjs moço e obrigado pela visita ao meu humilde blog.=)

Reply
avatar
Luiza
AUTHOR
8 de agosto de 2010 23:21 delete

"Talvez se eu andar perto da sua calçada eu decida estacionar pra sempre."
Acho que hoje, se eu andar por essa calçada, eu siga em frente. Talvez eu olhe pra casa, pare por alguns segundos, esperando que saia de casa exatamente naquele momento para que cruzemos nossos olhares, mas, quando isso não acontecer, vou abaixar a cabeça e seguir. Talvez seja isso que mais me assusta porque me pergunto se antes eu não ficaria ali, sentada, esperando e fazendo dos pesadelos, imaginações mais leves de se encarar

Reply
avatar
8 de agosto de 2010 23:46 delete

Seu blog é simplismente lindo, estou te seguindo. obrigado pelos comentários fofos no Pelo amor ou pela dor.

Beijinhos e parabens!!

Reply
avatar
Amanda Arrais
AUTHOR
9 de agosto de 2010 02:19 delete

"As pessoas não sabem fechar os olhos para fazer agradável um pesadelo"

Como diria a Alice: "It's only a dream. Nothing can hurt me."

Acho que você acordou do sonho-pesadelo quando abriu os olhos de verdade. Às vezes é bom acordar.


=*

Reply
avatar
Thammy
AUTHOR
9 de agosto de 2010 11:31 delete

Que belo Bruno. É incrível como a gente se encontra e se identifica nos seus textos. Como uns dos blogs que tanto gosto, vim aqui avisá-lo que nao mais postarei no Blog Segredos Adocicados (Sophias'Lu). Agora postarei no Menina Bordada. Espero seu carinho por lá também.

Beeijo.
Continuo seguindo.

Reply
avatar
Mi
AUTHOR
9 de fevereiro de 2012 12:19 delete

Este é um dos teus textos mais fortes que já li.

Reply
avatar

Divague, opine, discuta. Coloque sua inspiração no 220v. Toda essa transpiração criativa é o combustível da minha respiração.