300 MINUTOS

sexta-feira, maio 21, 2010 4 Comments A+ a-



Um romance cardiovascular não se aplica ao seu desenho.
Essa trilha sonora não combina com as roupas que você cria.
As vezes olho seu guarda roupa e não enxergo tudo isso que te veste.

Não entendo como suas mãos conseguem mudar a beleza de lugar.
A naturalidade dos seus movimentos deveria ser pesquisada.
Com dedos tão pequenos, como consegue segurar um pedaço do mundo?

O egoísmo fica invejável em sua silhueta.
Sei que seu chão é de madeira mas aqueles pregos são de ouro.
O seu exagero me mostra que só sangra quem sabe sentir o prazer de coagular.

O mundo pode ter se cansado das palavras gentis em madrugadas de chuva.
De solos com guitarras desafinadas e interpretes falsos.
Eu não saberia jogar uma pedra na sua janela só pra te acordar do seu melhor sono.

Você esteve nessa gaveta e é maior que o armário todo.
Se você fosse uma definição de mentira, a verdade seria expulsa dos tribunais.

Imagem: Vinod Kumar

Redator publicitário, baterista, compositor e escritor - flertando perigosamente com o roteiro. Reflete sobre cultura, pedaços de mainstream e as maravilhas ocultas em pequenas situações do cotidiano.

4 comentários

Write comentários
Srtá Flor
AUTHOR
21 de maio de 2010 03:01 delete

porque amor é muito pouco para nós.

Reply
avatar
B.
AUTHOR
21 de maio de 2010 12:43 delete

porque amor pode ser tudo para nós.
adorei seu comentário lá no meu blog.
seu blog me faz bem, me encontro em suas palavras muitas vezes, agora posso dizer que já se tornou um de meus favoritos.
sucesso!

Reply
avatar
Grafite
AUTHOR
23 de maio de 2010 13:56 delete

que textooo *O*
incrível a sua habilidade com as palavras!

"Se você fosse uma definição de mentira, a verdade seria expulsa dos tribunais."

beiijo
*.*

Reply
avatar
Angélica
AUTHOR
27 de maio de 2010 07:03 delete

Este ficou incrível!

Parabéns por este espaço tão poético.

Reply
avatar

Divague, opine, discuta. Coloque sua inspiração no 220v. Toda essa transpiração criativa é o combustível da minha respiração.